MUP.06 – Maria Zizuina Santos

Minha história em Petrolândia

Maria Zizuina Santos

MUP.06

LINK NO MUSEU DA PESSOA

Autor

Paula Rubens

PUBLICADO EM

20/07/2021

TAGS

1. Educação 2. Petrolândia 3. Aldeia Brejinho da Serra

SINOPSE

Este é um dos textos selecionados no Concurso PETROLÂNDIA E NOSSA HISTÓRIA , promovido pelo IGH de Petrolândia por ocasião do seu 7o ano de atividade e dos 112 anos de aniversário da cidade. Nele Zizuina nos conta sobre a formação do Brejinho da Serra, comunidade que formou o povo de Petrolândia.

HISTÓRIA COMPLETA

No Brejinho da Serra,em 28/10/1965 eu, Maria Zizuinados Santos nasci. Sou filha de Maria das Graças dos Santos e José Manoel dos Santos ambos nascidos e criados no Sitio Brejinho da Serra.

Aos 5 anos de idade eu sai do Brejinho da Serra para acompanhar minha família meus pais e 2 irmãos, em busca de melhores condições de vida. Meu pai foi trabalhar em Paulo Afonso na empresa DNR e por vários anos mudávamos de cidade em cidade devido sua profissão. Moramos em várias cidades, Salgueiro, Petrolina, Recife, Floresta e por fim ele se aposentou e então nos anos 70 voltamos para morar na velha Petrolândia eu já com 14 anos de idade e meus 6 irmãos.

Em Petrolândia já residiam alguns parentes, minha família foi morar em uma casa na rua, Marquês de Olinda próximo da igreja São Francisco de Assis. Víamos todo o movimento que acontecia na igreja: casamentos, batizados e os festejos da festa de São Francisco de Assis em 04 de outubro.

Na cidade estudei na escola de Jatobá até a sexta série. Com 19 anos me casei com Zacarias Batista do Nascimento morador do sítio Brejinho da Serra e fomos morar na cidade livre, hoje jatobá, tive 03 filhos e aos 26 anos voltei a morar novamente no Brejinho da Serra onde vivo até hoje.

Sou funcionária da Escola Municipal Elvira Pereira onde atuo como merendeira hà 25 anos, aqui vivendo muitas e lindas histórias com as crianças e jovens que crescem, formam suas famílias e trazem seus filhos para estudarem na mesma escola que eles estudaram.

Há alguns anos venho me interessando em conhecer melhor a história da minha família e do lugar onde vivo. Na história de Petrolândia faz-se uma referência ao Brejinho da Serra como a primeira fazenda do lugar, e não se encontra mais nenhum relato sobre esta comunidade que é de grande importância histórica para o município, pois desta fazenda, hoje sítio, descende a maioria da população que vivia na velha cidade.

Pesquisando sobre a história da comunidade descobri que na época da colonização no século XVII chegaram aqui quatro portugueses, José Correia Mauricio, Joaquim de Almeida Leal, Joaquim Rodrigues e André de Souza. José Correia Mauricio casou-se com a filha da índia Juliana, Jussarana e dessa união surgiu a população do Brejinho da Serra. Joaquim de Almeida Leal ficou no Brejinho de Fora e Joaquim Rodrigues, segundo alguns relatos foi morar na várzea redonda. De acordo com relato de alguns idosos da comunidade os portugueses vieram a procura de nascentes de água para fazer suas habitações próximas e fazer bebedouro para o gado.

Ainda estou pesquisando a história desta comunidade que é tão importante para cultura do nosso município. Já encontrei os livros dos petrolandenses, José Isidoro da Silva que escreveu “ A serra e o rio” que conta alguns causos do Brejinho e de sua família, este filho do Brejinho da Serra. E Gilberto Meneses que escreveu o livro “De Jatobá A Petrolândia”, que conta a historia de Petrolândia e traz alguns relatos do Brejinho e falas dos Brejinheiros.

O Brejinho teve três nomes, Brejo das taboas, Brejinho de fora e por fim Brejinho da Serra, segundo relatos de alguns idosos da comunidade, esta foi fundada no dia 20 de janeiro de 1783, completando no ano de 2021 seus 238 anos.

Hoje aos meus 55 anos de idade, continuo morando nesta maravilhosa comunidade do nosso município com meu espos. Meus filhos Sheila Batista do Nascimento, Shirleide Batista do Nascimento e Diego Batista do Nascimento residem na sede da cidade com suas famílias, e eu com certeza quero aqui viver para o resto da minha vida. Cada dia procurando saber mais da sua história.

Amo minha Petrolândia, amo meu Brejinho da Serra e minha origem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: