Documentos do Cartório de Registro Civil de Petrolândia (1889-2003)

Em continuidade à divulgação dos Registros da Paróquia Nossa Senhora de Tacaratu (1845-1961) realizada neste blog, este IGHP traz agora outro catálogo também localizado no site FamilySearch.org referente aos Registros civis de Petrolândia entre os anos 1889 e 2003.

Diferentemente do catálogo de registros da Paróquia, este outro não teve origem em coleções de registros originadas de documentos da Igreja Católica, mas sim de informações civis cartoriais. Neste catálogo temos, portanto, registros de nascimentos, casamentos e mortes da cidade de Petrolânida, antiga Itaparica e Jatobá.

Conforme figura abaixo extraída de tela do site FamilySarch, que apresenta informações sobre o referido catálogo, temos que o Cartório de Registro Civil de Pernambuco está classificado como o repositório de originais e principal autor deste catálogo, tendo sua publicação realizada pela FamilySearch entre os anos 1990 e 2003, em língua portuguesa e formato Manuscrito em Filme (3 rolos de microfilme 16 mm).

Figura extraída de navegação no site FamilySearch

A coleção dispõe de registros coletados a partir 1889: nascimentos até 1933 ( faltando dados entre 1927 e 1928), casamentos até 1952 e óbitos até 2003. A figura abaixo é um recorte ampliado da mesma tela de onde foi extraída a figura acima, onde são apresentados a forma como os itens desta coleção estão organizados. O ícone de uma câmera (em destaque na figura) ao final de cada linha de item da coleção na coluna intitulada “Formato” só se mostra disponível após realização de login em uma conta de usuário do FamilySearch (a criação de uma conta no FamilySearch é requisito para a realização de buscas gratuitas no site, a qual pode ser realizado aqui).

Recorte ampliado de tela extraída de navegação no site FamilySearch com informações sobre os microfilmes do catálogo de registros civis de Petrolândia (1889-2003)

Algumas dicas sobre a navegação pelas imagens do catálogo podem ser visualizadas aqui, mas seguem abaixo algumas imagens extraídas do catálogo de registros civis de Petrolândia para fins de demonstração da alta qualidade do material produzido pelo site FamilySearch.

  • Rotulação de microfilme de Petrolândia
  • Capa de Livro de Registro de Nascimento
  • Certidão de Nascimento na Vila de Jatobá

O IGHP mais uma vez se alegra em poder apresentar mais este riquíssimo conteúdo ao seu público com os mais sinceros desejos de que esta postagem seja apenas mais uma ponte para alavancar o trabalho de pesquisas sérias em prol da divulgação da história de nosso povo.

Bandeira de Petrolândia

Durante o primeiro mandato do Prefeito José Dantas de Lima (1977- 1982), o colégio Municipal São Francisco , que ministrava o curso de contabilidade, sob a direção de Maria do Socorro Nunes de Souza ( Maria de Santo) organizou um concurso aberto a todos os alunos da rede municipal, inclusive os do Núcleo Colonial de Barreiras, com o objetivo de elaborar um escudo representativo , visando a criação da Bandeira do Município.

Contando com o apoio da Prefeitura, que se comprometeu a premiar o vencedor, o projeto tinha como critério a obrigatoriedade de fazer constar no seu desenho características específicas do nordeste e do município e trazer em destaque o rio São Francisco, tão importante para a região.

Alunos de todas as idades se inscreveram. Sob a orientação da professora Maria Leonor Lima e Sá os desenhos foram elaborados, na escola, todos ao mesmo tempo, e em seguida apresentados a uma banca examinadora formada por professores do Colégio.

Ao final, apresentando a mesma paisagem em dois formatos ,Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é projeto-2.jpgEsta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é projeto-1.jpg

o aluno do curso de contabilidade , ARNALDO JOSÉ DE SOUZA,                            , hoje respeitado contador, venceu o concurso.

.Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é whatsapp-image-2020-05-06-at-12.45.35.jpeg

Como prêmio ganhou a dispensa de pagamento de uma anuidade do curso técnico em Contabilidade, que frequentava no Colégio São Francisco.

Passando a ser utilizado como brasão presente na bandeira e documentos oficiais, o projeto vencedor foi reelaborado a fim de se adequar à legislação em vigor. Ganhou as cores da bandeira Nacional; o sol e o mandacaru, respectivamente símbolo do clima causticante do sertão e da flora nordestina foram mantidos; e o rio São Francisco foi complementado por seus afluentes Moxotó e Mandantes, marcos fronteiriços do município na época.Ao topo do escudo, o leão, símbolo da bravura do povo pernambucano, a representar a proteção do Estado.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é brasc383o.png

Trazendo as cores azul e branco da bandeira de Pernambuco , a primeira bandeira confeccionado para o município teve o brasão pintado à mão pela jovem petrolandense, Leone Cruz.

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é bandeira.jpg

Apesar de ter passado logo a ser utilizado, somente em 17.08 2016 a obrigatoriedade do uso do brasão é oficializado, após a provação pela Câmara do projeto de Lei 145/2016, apresentado pelo então vereador Carlos Alberto Araújo Correia.

Pesquisa: Paula Rubens

Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (1958)

Autor do histórico sobre Petrolândia: Luiz Barbosa Lima (Luiz Dondon)

Enciclopédia  Publicação do IBGE . Na página 213 , do volume XVIII a história e geografia do  Município de Petrolândia.

O ossário da gruta do padre

O ossuário da “Gruta do Padre”, em Itaparica e algumas notícias sobre remanescentes indígenas do Nordeste”. O texto é resultado de uma palestra realizada no Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano, no dia 10 de julho de 1937 e publicado inicialmente nos volumes XIV a XVII do Boletim do Museu Nacional, referentes aos anos de 1938 a 1941, e impresso pela Imprensa Nacional em 1942.BOLETIM DO MUSEU NACIONAL

PRÉ HISTÓRIA DO NORDESTE DO BRASIL