TAP.09 – O último no trem: História e memória dos deslocados compulsórios da cidade de Petrolândia e Aldeia da Luz (1988-2002)

Sobre a autora

RAMALHO, Maria

TAP.09

Maria do Socorro Ramalho Braga, 59 anos de idade, filha de Antônio Nunes e de Expedita Ramalho. Cidadã Petrolandense, Maria é professora pesquisadora da rede Estadual do Ensino Médio e Superior. Doutoranda em História Contemporânea pela (UC - Universidade Coimbra-Portugal), Mestre em História da Educação pela Universidade Lusófona de Lisboa, Portugal. Licenciada em História pela Universidade do Estado de Pernambuco. Autora do livro O Último no Trem: Memória dos deslocados compulsórios da cidade de Petrolândia (Editora Novas Edições Acadêmicas,2020). E dos Artigos Trabalhadores da CHESF e da EDIA: O Impacto das Obras na Vida dos Moradores Atingidos pelos Empreendimentos das Hidrelétricas de Itaparica e Alqueva - publicado na Revista Rios-UNIRIOS. Centro Universitário de Paulo Afonso/BA.  Edição dezembro,2020. "O Conto Exposto Pela Narrativa Oral, como Democratização e Incentivo ao Ensino da Literatura" Publicado nos Anais do XIII Encontro Estadual de História - História e Mídias: Narrativas em Disputas. ANPUH-PE. julho de 2020.  Remodelando as Memórias dos Deslocados Compulsórios na cidade de Petrolândia, Brasil e Aldeia da Luz. Portugal (1997/2002. Publicado nos Anais do IX Encontro ANPUH-DF “Pesquisas e Ensino e Ensino de História: a profissão do historiador e historiadora – perspectivas e desafios do século XXI,” dezembro de 2020. Maria é Membro da Associação Nacional de História - ANPUH-Brasil e do editorial da revista CLIO da Universidade Federal de Pernambuco.

Sobre o trabalho

Tipo

Projeto de Tese (Doutorado em História)

REFERÊNCIA

RAMALHO, M. S. O último no trem: História e memória dos deslocados compulsórios da cidade de Petrolândia e Aldeia da Luz (1988-2002). 2019. 34 f. Projeto de Tese (Doutorado). Departamento de História, Estudos Europeus, Arqueologia e Artes, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

RESUMO

O presente projeto de tese de doutoramento, tem como objetivo, aprofundar e alargar o conhecimento da história, em um estudo comparado as causas e consequências sobre a realidade que intervêm os projetos de construçoes das hidreéletricas de Itaparica construida na região da cidade da cidade de Petrolândia no Estado brasileiro de Pernambuco, com o caso da barragem do Alqueva construída nas proximidades da Aldeia da Luz, região do Alentejo, centro-sul de Portugal no periodo de 1988/2002. A perspetiva é refletir e discutir sobre a importância do valor material para região, e vida social dos antigos. As barragens de Itaparica e Alqueva, são exemplos reais e contemporâneo de projetos que tiveram como objetivos trazer o progresso para ambas as regiões subdesenvolvidas no Brasil e Portugal. A realocação geralmente faz parte do pacote da construção das hidroelétricas, e as barragens são os principais instrumentos de funcionamento das usinas que armazenam um volume grande de água, que por vez acabam não fazendo parte dos projetos de reassentamento e realocação, estimulando uma ferida social que nunca fecha, modificando a história de povos que estão ligados a outros povos, que nasceram e cresceram naquele local. O estudo demanda não só os interesses sociais, econômicos no âmbito local, regional e nacional, mas também investiga as profundas transformações no modo de vida das pessoas que habitavam nestas localidades, antes do desaparecimentos em consequência da construção destas hidroelétricas. Para uma melhor compreensão destes fatos, recorremos a importância da história oral, como procedimento metodológico, abrangendo os relatos das histórias de vida, o uso de fotos, periódicos, cartas, atas, ofícios e outros. Procurando valorizar, cada episódio ou dado apresentado para este estudo. Dentre outras acepções, o resgate histórico que será realizado, através do uso da memória deixada para trás, naqueles locais. Este estudo é relevante para contribuição do conhecimento do passado histórico destas cidades. De igual forma, objetiva compreender o quadro geográfico e sociológico das duas regiões, contribuindo com as áreas científicas envolvidas.

PALAVRAS-CHAVE

1. Cidade de Petrolândia 2. Aldeia da Luz 3. Barragem 4. Memória 5. Resgate Histórico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s